Quero estudar moda, e agora?



Diferentemente do que acontece quando escolhemos uma carreira clássica, como engenharia, direito ou medicina, não é nada incomum que o desejo e a decisão por estudar moda sejam acompanhados de uma certa insegurança e até mesmo de pressão social. Na maioria das vezes, acredita-se que profissões dentro da área de artes são difíceis porque só alguns alcançam o sucesso e têm sorte e, os demais, acabariam sem trabalho ou sendo mal remunerados. Podemos considerar isso uma verdade absoluta ou podemos analisar essa percepção de um novo jeito?


Aproveitando a época de vestibular, estamos aqui para falar sobre isso. Destacamos cinco pontos que sustentam a intenção de estudar moda e que ajudarão você ou sua família a pensar sobre isso.


  1. A primeira coisa que se deve pensar, além do senso comum de que as pessoas devem estudar o que gostam, é que a moda nos últimos 30 anos legitimou-se, isto é, tornou-se uma carreira que exige um diploma. Na prática isso quer dizer que se poderíamos considerar difícil ter um bom trabalho na área mesmo após ter estudado, sem estudar é praticamente impossível. Em todas as vagas que surgem, existem critérios mínimos de formação, que pode ser um curso técnico ou superior, mas contratações que não exijam formação, são praticamente inexistentes.

  2. Um segundo ponto a favor de estudar moda é que você vai conhecer a amplitude do mercado e vai deixar de pensar que quem trabalha com moda faz apenas vestidos de festa, roupas luxuosas ou coisas desse tipo. Além da criação, as áreas comerciais, marketing, desenvolvimento de produtos, pesquisa, compras, qualidade e muitas outras contratam, todos os dias, muitos profissionais.

  3. É também uma boa razão para estudar moda, a possibilidade de fazer parte de um mercado relacionado às economias criativas, ao social, ao desenvolvimento humano e por aí vai. Todos sabemos que todas essas áreas requerem muitas pessoas que não são substituíveis por máquinas e são lugares onde as competências individuais são muito importantes. Assim, um profissional da área de moda com uma visão sistêmica, pode trabalhar em museus, em institutos de pesquisa, em projetos de sustentabilidade, em empresas de desenvolvimento de tecnologia e assim por diante. O profissional de moda bem preparado é visto como alguém que entende bem da relação entre produtos e os usuários e essa é uma competência muito promissora.

  4. Os profissionais de moda, também, são muito procurados na área de espetáculos, entretenimento e afins. Não se pode esquecer a ampliação do mercado de produção de programas e filmes para diferentes mídias, além de espetáculos ao vivo cada vez mais impactantes, o mundo dos games, brinquedos etc. Onde há uma roupa, há um profissional de moda, seja no mundo real, seja no mundo virtual ou da ficção.

  5. Por fim, o destino idealizado de grande parte dos ingressantes nos cursos de moda, também pode ser uma realidade promissora. Profissionais de criação ou de desenvolvimento de produtos de moda são demandados cotidianamente em empresas dos mais diferentes segmentos - da moda praia à moda festa -, e para todos os públicos - adulto, infantil, feminino, masculino, plus-size etc. - no Brasil inteiro e, também, no exterior. Além disso, sendo cada vez mais preparados para o empreendedorismo, os jovens profissionais da moda também podem sonhar em ter sua própria marca ou serviços relacionados à moda, uma possibilidade real dentro deste novo mundo com poucos empregos e muito trabalho.

Se você quer saber mais sobre moda e estar sempre informado sobre conteúdos e repertório, assine nossa plataforma.



INSCREVA-SE NO SITE

  • Facebook
  • download
  • download (1)
  • Pinterest
  • Instagram

PENÉLOPE BIBLIOTECA DE MODA

Rua Rui Pinto, 85 São Paulo SP 05624-100

CNPJ 24.055.203/0001-43

São Paulo - BR - 05624100

e-mail: hello@fashion-for-future.com

A entrega dos produtos é imediata pelo site assim que o pagamento for processado.