O estilo de uma nação: Italian Style


Moschino, um dos nomes mais icônicos do Made in Italy


A palavra estilo é usada na moda e na arte para definir a existência de uma série de características estéticas homogêneas em um determinado conjunto de obras ou criações. Essas características, em termos estilísticos, corresponderiam a alguma ideia ou conceito que faz a passagem do mundo das ideias (o que eu estou pensando como artista ou criador) e como faço para dar forma a essas ideias.


O vocabulário estilístico nas artes é muito amplo e sedimentado, amparado em estudos e teorias amplamente reconhecidas. Na moda, por outro lado, é sempre sujeito a dúvidas. Além da menção a estilos de acordo com uma proposta visual definida - como por exemplo, minimalismo, romântico ou barroco -, a moda, ainda, se dedica a criar estilos de localidade, como estilo italiano, estilo francês ou estilo brasileiro. Nesses casos, muitas vezes a qualificação pode ser definida por uma outra palavra, como o Italian Style ou a Brasilidade, mas quer dizer, na prática, que existe uma relação entre o lugar de origem e as características estéticas predominantes.



A Itália é associada à sofisticação e ao luxo mas, principalmente, ao jeito "cool" de ser


No caso da brasilidade na moda, muitas vezes ela é associada à presença de elementos pré-coloniais e com grande foco na flora e na fauna brasileiras, por exemplo. Em geral, a mídia insiste que a moda brasileira é alegre, descontraída, colorida e casual. Usa alguns elementos típicos para fazer isso, como materiais com cara de natural, estampas, ornamentos associados a um primitivismo estético etc.


Por outro lado, em algumas outras regiões, países ou cidades, a ideia de lugar de origem pode não ter nenhuma relação com sua natureza, como é o caso do Italian Style ou estilo italiano, muito propagado pelo Made in Italy. Neste caso, fruto de um investimento do governo e do setor têxtil e moda em geral, se consagrou uma ideia de estilo que é vinculada à alta qualidade material e formal e, também, à ousadia estética. Esses elementos, portanto, não são restritivos, pois eles dão a possibilidade de assumir qualquer tipo de estética, desde que sempre seja muito criativa e muito bem feita.



Galleria Vittorio Emanuele, considerada o primeiro shopping center do mundo.


Mas é importante destacar que, no caso italiano - o maior exemplo de sucesso identitário da moda no mundo ocidental -, o produto final oferecido pelas marcas que representam o Made in Italy corresponde, concretamente, à imagem associada ao país. Não por acaso, entre as 10 marcas mais lembradas do momento (2020) pelos relatórios internacionais de reconhecimento de marcas de moda, 7 são italianas. Algumas históricas e outras novas, todas elas se alinham ao Fashion Heritage italiano, que é o conjunto de fundamentos e características que, independentemente da marca, fazem parte de qualquer uma que pretende representar a Itália: de Armani a Versace; de Moschino a Fendi.



Florença e seu esplendor renascentista marcam a cultura italiana


Tratamos desse conteúdo em detalhes em nossa masterclass exclusiva Os Segredos do Italian Style: em 1 hora e meia, apresentamos as principais marcas de luxo, sua trajetória e conceito de produtos. Essas marcas são as responsáveis por levar o Made in Italy para o mundo.

Inscreva-se agora no curso Os segredos do Italian Style.

INSCREVA-SE NO SITE

  • Facebook
  • download
  • download (1)
  • Pinterest
  • Instagram

PENÉLOPE BIBLIOTECA DE MODA

Rua Rui Pinto, 85 São Paulo SP 05624-100

CNPJ 24.055.203/0001-43

São Paulo - BR - 05624100

e-mail: hello@fashion-for-future.com

A entrega dos produtos é imediata pelo site assim que o pagamento for processado.