top of page

Liberty London: uma das mais especiais lojas de tecidos do mundo

Atualizado: 10 de abr. de 2021



Lenços de seda e lã da Liberty London



Um dos mais encantadores destinos turísticos de Londres é uma loja de tecidos, mas não só. Um edifício de interesse arquitetônico e artístico na área central desta capital da moda, é um dos símbolos por excelência da Revolução Industrial e de seu impacto na indústria da moda por meio do design. Sua história magnífica e sua atmosfera encantadora nos convidam a conhecer e a explorar cada um dos andares da Liberty London com olhar curioso e atento.


A Liberty London foi fundada em 1874 por Arthur Liberty, um profissional que entendeu que as atividades comerciais (compras e vendas) eram fundamentais para o sucesso dos negócios modernos que se desenvolviam aceleradamente com o avanço da produção industrial e com o surgimento do design.


Antes de fundar a Liberty, Arthur havia trabalhado primeiramente para um outro magazine inglês - como eram chamadas as grandes lojas de departamentos -, onde era responsável por selecionar e comprar produtos (de tecidos a objetos de decoração) principalmente no Japão e na China. À época, havia grande encantamento pelas referências estéticas orientais tanto na decoração quanto na forma de roupas e acessórios, mas era necessário adquiri-las via importação, pois não havia muitos produtos ingleses produzidos com essas ideias, ou seja, o Orientalismo estava apenas começando. E foi aí, justamente, que Arthur Liberty deu o grande salto.


Ele decidiu montar seu próprio negócio - a loja Liberty - que, além de importar produtos produzia localmente com estética oriental. Ele inovou em dois pontos principais: ao invés de usar as referências britânicas clássicas, pediu a designers ingleses que fizessem a criação inspirando-se no Oriente, mas obedecendo ao gosto e à regra inglesa. Ele também foi o primeiro empreendedor a adicionar na ourela o nome do designer que criou a estampa, criando um diferencial único para os tecidos da Liberty. Essa foi a primeira parceria com o nome do designer + ponto de venda, que se conhece na área de moda.


Os tecidos liberty ficaram tão famosos que assim se chamam. De inspiração oriental, baseados no padrão de beleza do Art Nouveau, as pequenas flores (conhecidas como chintz), os inúmeros paisleys, as penas de pavão, a flor de liz entre outros elementos, estão presentes nos tecidos Liberty, sempre produzidos com materiais da mais alta qualidade, do algodão à seda. Esse princípio tem origem no século 19 e perdura até hoje, rendendo parcerias com grandes marcas que querem ser identificadas com a qualidade e distinção da Liberty.

A Liberty, com o passar dos anos, manteve seu prestígio e cresceu como empreendimento. Localizada no centro de Londres, ao lado da Carnaby Street, seu edifício emblemático está em um dos pontos mais movimentados da cidade e associado com a cultura de moda britânica. Atualmente, a Liberty vai além dos tecidos estampados e dos produtos baseados na arte e artesanatos orientais. Vende as melhores marcas, promove uma experiência cultural única e uma experiência imersiva na cultura do luxo, que é desfrutar das coisas tangíveis e intangíveis ao mesmo tempo.



Nike Air Max em parceria com a Liberty London (2014)


Se você gosta desse conteúdo e quer saber mais sobre a história dos têxteis, adquira nosso e-book exclusivo sobre estilos na estamparia têxtil. É um material autoral da Fashion For Future que você não encontra em nenhum outro lugar.




649 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page