top of page

O Grand Tour da moda italiana

Atualizado: 21 de out. de 2022

A partir do século 18, a aristocracia europeia mandava seus jovens a uma viagem pela Europa continental que tinha por objetivo aprendizagem e crescimento pessoal: nascia o Grand Tour.


O principal destino era a Itália em função de tudo o que o país podia oferecer devido à sua inesgotável fonte de conhecimento. Com o turismo de massa, que se expandiu com o desenvolvimento de meios de transporte mais rápidos e econômicos, a Itália não perdeu seu encanto e é hoje o quinto país mais visitado do mundo.


O legado cultural e artístico da Itália, que atraía aqueles primeiros jovens , potencializou-se ainda mais com a introdução da gastronomia e do lifestyle no foco de interesse das novas gerações. Hoje, viajar à Itália significa combinar as conquistas do passado com o dinamismo do presente que atende a todos os interesses de turismo de conhecimento, sobretudo da moda, das artes e do design, que se espalham nas cidades de Milão, Florença, Veneza e Roma principalmente.


Podemos dizer assim que a experiência com a cultura de moda italiana é a mais completa que podemos vivenciar. Calcada nas tradições e nesse passado de valor incalculável, apresenta soluções e estratégias para atender a uma grande variedade de consumidores de moda que vai do mercado de massa ao mais alto luxo. O fio que une passado e futuro é o Made in Italy, que poderia ser resumido no orgulho que os italianos têm de criar uma moda dentro de um sistema de produção altamente técnico, fundamentado artisticamente e com grande variedade de significados e simbolismos.


O que você pode ver e viver em uma imersão no Made in Italy



"Botegas" artesanais


O contato com artesãos - como chapelaria, bordados, alfaiataria etc. -, mostra uma nova realidade para o visitante internacional. A Itália está entre os país do mundo que mais valoriza o artesanato na moda porque ele é a origem e o fundamento de todo o desenvolvimento de produtos dentro das grandes marcas. Diferentemente de países onde o artesanato não é valorizado e está associado à falta de oportunidades e até mesmo à exclusão social, na Itália vemos um cenário altamente positivo para as profissões ligadas ao artesanato na moda.




A história da moda contemporânea


Conhecer os lugares únicos no mundo que estão descritos nos livros de história da moda - como a primeira loja dos Fratelli Prada na Galleria Vittorio Emanuele II em Milão, é uma experiência que comprova a importância da moda para a cidade. Ao invés de falar sobre uma moda do passado e a partir de fotografias históricas, é possível discorrer sobre a trajetória das marcas e de suas transformações.





Criação e consolidação de novas formas de expressão para a cultura de moda


Capitais de moda consolidadas e emergentes, são os lugares ideais do nascimento de novas ideias de moda e também da consolidação de modos expressivos alternativos. É o caso do vintage, que diferentemente do mundo da roupa usada ou de segunda mão, fala de estilo e atemporalidade, de força estética e de identidade.

Não é por acaso que a cultura do vintage é altamente celebrada em toda a Itália e em Milão de forma particular: aqui nasceu esse conceito que hoje está nos quatro cantos do planeta.




A legitimação da cultura de moda


Quantos museus de moda tem sua cidade ou quantas exposições sobre moda acontecem num ano em espaços expositivos? Saiba que na Itália são inúmeros e que no circuito que visitamos, Milão - Florença, podemos visitar sete museus dedicados à moda e aos têxteis, além de outros menores focados em técnicas ou áreas específicas. Essa é uma das formas mais importantes de legitimar a cultura de moda, pois dá a entender, a toda a nação e aos turistas, a relevância que a moda tem para essa localidade.



Lifestyle e dinâmicas da moda


A melhor maneira de se inserir na cultura de moda local é aproveitar seu lifestyle, isto é, viver como vivem os locais que operam a moda. Frequentar lugares que pessoas que trabalham ou curtem a moda, as artes e o design admiram, é a principal forma de se divertir e ao mesmo tempo entender os simbolismos por trás da moda.

Em Milão, por exemplo, atualmente há uma mutua atração do "pessoal da moda" tanto por lugares muito tradicionais como por lugares super inovadores, mostrando que a contradição é o que mais vivemos no momento.


Arte e história como legado


É o que fundamenta a criação do estilo, do modus operandi, das formas da moda e dos valores associados à moda italiana. Escolhendo momentos onde a Itália viveu seu ápice na história da arte (todo o Renascimento) e do design (dos anos 1950 aos anos 1980), podemos entender seu grande legado à cultura ocidental.









Fashion Express - turma de fevereiro/março de 2023


Se você quer ter essa vivência em seu currículo - um verdadeiro Grand Tour da moda -, ainda dá tempo de se inscrever na próxima turma do curso Fashion Express que vai acontecer no primeiro semestre de 2023. Um programa que integra Milão e Florença, vai abranger toda a cultura de moda italiana e mostrar os principais pontos de referência para entendê-la.

Para saber mais, clique aqui.

183 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page