Paris e seus 5 museus imperdíveis para os amantes da moda


Nas últimas duas décadas, os museus se tornaram lugares prioritários para a pesquisa de moda. Os motivos são muitos, mas entre os principais, está a necessidade de adicionar, às nossas criações, um real valor. Esse valor, elemento de distinção que conduz uma marca ou uma coleção a uma repercussão positiva e, por extensão, ao sucesso comercial, só é conseguido se o que criamos e produzimos possui conexões com a sociedade. Museus, assim, são lugares que iluminam tais conexões e podemos entender a produção humana ao longo do tempo e como ela reagiu a diferentes contextos.


Considerando os museus lugares prioritários para essa reflexão, Sandra Mathey García-Rada, especialista em pesquisa de tendências radicada em Paris, nos dá dicas imperdíveis dos museus que devem ser, obrigatoriamente, visitados na capital da moda. Vamos conferir?


Associação Azzedine Alaïa





É um espaço dedicado a exposições temporárias onde são realizadas mostras sobre a obra de Alaïa e sobre a influência de diferentes designers sobre seu trabalho ao longo da história da moda. A última foi a exploração do papel de Balenciaga na sua obra.


MAD Paris





É o Museu de Artes Decorativas de Paris e oferece exposições temporárias de moda. A última foi sobre a Harper’s Bazaar, a primeira revista de moda. Essa exposição ofereceu uma viagem incrível não só pela história da revista, mas por toda a história das revistas de moda.


Musée Yves Saint Laurent




Um clássico em Paris. Parte da exposição é temporária e parte é permanente, mas sempre focada na obra de Saint Laurent, incluindo ilustrações, tecidos, vídeos, vestuários. O destaque da visita é, sem dúvida, o antigo escritório YSL.


Palais Galliera





É o Museu da Moda de Paris e é dono de uma das histórias mais fascinantes. Sua coleção nasceu em 1907 e seu nome mudou com o passar do tempo devido aos seus novos objetivos. A última exposição foi dedicada a Chanel e o museu é atualmente dirigido pela espanhola Miren Arzalluz.


Musée de la Contrefaçon (Museu da Falsificação):





Um museu não tradicional, mas não menos fascinante por isso. Embora o foco não seja especificamente a moda, mas sim a cópia e falsificação de produtos, é um museu no qual se aprende muito com essa parte do setor que gera tantas polêmicas.


Se você quer saber muito mais sobre a pesquisa de tendências em Paris e o papel de destaque que os museus têm nesse processo, inscreva-se no talk com Sandra que vai acontecer no dia 31 de março. Para se inscrever e receber o link exclusivo, clique aqui.







196 visualizações

Posts recentes

Ver tudo