A ascensão da consultoria de imagem


Na sociedade contemporânea, a imagem pessoal tem grande importância. Não que antes não fosse assim, pois, desde a Idade Média pelo menos, fluxos de moda se tornaram responsáveis por posicionar as pessoas em grupos sociais e conferir-lhes distinção social. Mas com a popularização da moda principalmente depois da Segunda Guerra Mundial, por incrível que pareça, essa dinâmica se acentuou ainda mais: império de marcas, sazonalidade, faixa etária e gênero, entre outros fatores, transformaram o domínio sobre o fenômeno da moda, coisa para especialista. “Errar” ao vestir-se, passou a ser um medo contínuo para muitas pessoas ao redor do globo.




Ora, por mais que saibamos que gosto é relativo e que na verdade, “estar na moda” tem pouca ou nenhuma importância, essa também é uma reflexão mais comum e aceita para quem está no universo da moda. Pessoas alheias e principalmente menos informadas, são convencidas pela mídia de que a imagem certa é formatada e homogênea e que ainda, para estar bem, você precisa ter o corpo perfeito.



Nessa missão impossível, entra em cena o profissional de consultoria de imagem. Com ele ou ela, aprenderemos que cada um de nós pode e deve fazer suas próprias escolhas, com base no conhecimento de nosso corpo, de nossa personalidade, de nosso bolso e de nosso estilo de vida.

Assim, na última década, consultores e consultoras vem desconstruindo os mitos que rondam seu trabalho – que é só para os ricos, que eles vão te mudar e te “consertar” e até que vão te ensinar a ter “bom gosto” -, apontando possibilidades que a moda pode nos dar em nossa esfera identitária e, também, nossa imagem profissional. Diante dessa nova visão do papel da moda na nossa vida individual, o crescimento e a diversificação de ofertas e oportunidades de trabalho para consultores de imagem é mais do que justificado. Mas, além disso, qual seria o outro fator que está ampliando e trazendo valorização para essa profissão? A internet: seguindo a leitura, você vai entender o como e o por quê.


O impacto da digitalização na consultoria de imagem


Podemos dizer que existem dois tipos de consultores de imagem: o visível e o invisível. O visível é aquele que te atende individualmente ou trabalha numa loja, indicando opções e procurando atender aos seus desejos. O invisível, é aquele que seleciona imagens para revistas e outros modelos de informação de moda dando dicas sobre sua imagem, ajudando você, inclusive, a entender a relação de seu corpo com seu estilo de vida e, também, aquele que está por trás do que aparece na tela de seu computador e celular. Esse, a partir de agora, tem uma demanda profissional vertiginosa!


Com o crescimento da internet, das mídias digitais e redes sociais, o trabalho de consultoria de imagem é cada vez mais requisitado. Além do atendimento pessoal para empresas ou pessoas (tarefa muito especializada, que vai de ajudar pessoas na escolha de suas roupas até na organização de seus armários), consultores são profissionais muito requisitados pelos varejistas, justamente pela soma do conhecimento sobre o consumidor + produto de moda.


Entender o consumidor em seus desejos e necessidades é fundamental para racionalizar o comportamento de compra, porém, a compra hoje em dia só acontece quando o consumidor é convencido que as características do produto são adequadas para ele. Frustrar-se com um produto, pode quebrar definitivamente a relação de confiança entre o consumidor e a marca.

A consultoria de imagem a distância veio pra ficar!

Não só devido à pandemia do Covid, mas, também, devido à toda a transformação tecnológica da última década, não há dúvidas que aumentou significativamente o uso da internet como meio para realizar compras. Assim, além de personal stylists terem começado a atuar dentro dos monitores de celulares e computadores, os próprios negócios de moda têm investido na contratação de cliente advisors, ou seja, conselheiros de compras – pessoas responsáveis por levar informação sobre os produtos e o storytelling da marca - para os seus clientes. Esses client advisors, por formação, são os consultores de imagem.


Na Itália, a Fendi criou um programa de formação exclusivo para seus funcionários dentro da Fendi Styling Academy. Em parceria com o Istituto Marangoni, foi desenvolvido um programa de e-learning, que cobre todos os fundamentos da atividade, capacitando seus próprios conselheiros de imagem de forma completa. O que é a formação completa na visão da Fendi e do Istituto Marangoni? Técnicas de storytelling, análise de tendências e estilo, domínio do produto (inspiração da coleção, forma, produção, tecidos, aviamentos etc.) e do sistema produtivo (sustentabilidade, projetos, parcerias etc.), já que isso faz parte da essência da marca.


Essas renomadas instituições da moda global, acreditam que o profissional de imagem está em ascensão justamente porque o processo de consumo é cada vez mais complexo. Como sabemos, podemos comprar produtos aparentemente similares em diferentes marcas e, portanto, escolher a sua marca e o seu produto é bom, mas fidelizar o cliente é ainda melhor. Essa fidelização não depende somente da aparência ou preço de uma peça, mas é bem mais relacionada com a história da marca, com as características específicas do produto e com a percepção sobre estilo que se construa. O consultor de imagem, presencial ou digital, assim, construirá a ponte entre o seu negócio e o seu cliente.


Quem é o novo profissional de consultoria de imagem






Visível ou invisível o consultor de imagem está presente em nossas vidas. É o profissional responsável por nos dar um atendimento cara-a-cara ou, também, indicar em nossa navegação na internet os produtos que mais têm a nossa cara, se adequam ao nosso bolso etc. Os consultores reais, “ensinam” a inteligência artificial.


A professora e pesquisadora do AImageLab da Universidade de Modena na Itália, trabalha justamente no processo de sistematização de um grande número de variáveis que impactam numa decisão de compra. Em entrevista à Vogue, ela informou que partir de um arquivo que já tem vinte anos de dados e milhões de imagens, o grupo de pesquisadores vem “educando” a Inteligência Artificial, para que o consultor de imagem invisível (aquele mecanismo automatizado que está por trás de um e-commerce), indique aquilo que você quer ou que você ainda nem sabe que quer.


Essa super-personalização das dicas, só é possível porque as grandes varejistas, principalmente de comércio online, estão contratando consultores de imagem que fazem essa relação entre o indivíduo e o produto, conhecendo ambos profundamente. Essa relação não é feita por uma máquina, mas sim por um humano que dá as informações possíveis, plausíveis e, principalmente, amadas pelo consumidor-usuário.


Qual é o perfil desse profissional? Em vaga recentemente publicada por uma das mais importantes líderes nesse segmento, a Farfetch, buscam-se constantemente consultores de imagem que possuam amplo conhecimento das tendências internacionais de moda (informação), domínio da história da moda e da técnica de produtos a ponto de poder falar sobre designers e explicar e descrever peças (repertório) e, finalmente, paixão por styling (atitude singular), ou seja, pela montagem de looks, da ponta dos pés ao topo da cabeça!


Você tem essas competências profissionais?

INSCREVA-SE NO SITE

  • Facebook
  • download
  • download (1)
  • Pinterest
  • Instagram